loader

Blog

Vidros para coberturas: saiba quais são os tipos de vidro ideais

O uso de vidro em coberturas é uma alternativa cada vez mais recorrente na construção civil. Essa opção é ideal para quem deseja dar um ar de modernidade aos projetos, aproveitando a luz solar, mas sem deixar a segurança de lado.

O que talvez você não saiba é que existem normas técnicas que tratam sobre os tipos de vidro que podem ser usados nessas ocasiões. É o caso da NBR 7.199, que fala sobre a utilização de vidros em coberturas.

Neste artigo, falaremos sobre as características de segurança que devem ser observadas na instalação de vidros para cobertura e como os tipos de vidro influenciam no resultado do projeto.

Segurança em primeiro lugar: vidros laminados, temperados laminados e aramados

Vidros para coberturas devem proporcionar segurança aos usuários do ambiente, por isso sempre prefira os laminados, temperados laminados ou aramados. Cada um desses tipos de vidro possui características específicas que os distinguem entre si, porém todos protegem a integridade física das pessoas que estiverem ao redor em casos de acidentes.

Os vidros laminados e os temperados laminados possuem em sua composição uma película plástica de polivinil butiral (PVB), cuja finalidade é a contenção da peça em caso de quebra, evitando estilhaços. A principal diferença entre os dois é a possibilidade de furos e recortes nos temperados laminados, além de sua maior resistência mecânica proveniente dos processos de têmpera e laminação. Por ser mais resistente mecanicamente, é o mais recomendado para projetos que exigem acesso para manutenção.

Já os vidros aramados contam com uma espécie de tela metálica na parte interna do vidro, característica que também impede que estilhaços se espalhem em casos de acidentes. 

Vidros para coberturas: em busca do efeito ideal

Além da segurança, também é importante observar o efeito estético e funcionalidade que cada vidro proporciona. Ao optar por versões como refletivos, incolor, coloridos e opaco,  os resultados serão diferentes. Por isso, conhecer as características de cada um deles é fundamental para que a execução do projeto saia de acordo com a expectativa.

O vidro incolor é o que mais permite a entrada de luz solar, porém não possui propriedades significativas de reflexão de  calor, tornando o ambiente mais quente. Já os vidros opacos têm como característica deixar que a luz penetre no ambiente, sem comprometer a privacidade.

Vidros coloridos permitem menos entrada de luz que o vidro incolor, mas também não são muito efetivos no quesito reflexão de calor. Sua coloração faz com que a superfície do vidro retenha o calor proveniente dos raios solares, podendo causar desconforto e produzir efeito de estufa.

Por fim, os vidros refletivos possuem como sua principal característica a reflexão do calor. São os mais recomendados para uso em coberturas devido suas propriedades, permitindo a entrada de luz e barrando parte dos raios solares. Móveis e objetos, quando abrigados sob coberturas de vidro laminado, sofrem menos com a ação da luz solar, mantendo a durabilidade por mais tempo.

Combinações e possibilidades de vidros em coberturas

O uso do vidro em coberturas permite a entrada de luz natural, reduzindo gastos com energia. Sua manutenção simplificada, aliada a versatilidade, faz com que a frequência de uso em novas construções, sejam elas comerciais ou residenciais, esteja em alta. Pergolados e claraboias, por exemplo, são alternativas estéticas arrojadas, capazes de valorizar um ambiente. Quando se trata de aplicação e usabilidade de vidros em projetos, as possibilidades são inúmeras.

Entretanto, é fundamental que os responsáveis pelo projeto consultem especialistas em coberturas de vidro. Tudo precisa ser muito bem pensado para que a estrutura de sustentação, dimensões das peças, espessura do vidro, dilatação e as relações de deformação (flecha mínima admissível) sejam respeitadas, proporcionando maior durabilidade ao conjunto e evitando quebras inesperadas.

.....

Você ainda tem dúvidas sobre qual é a melhor opção na hora de escolher vidros para coberturas? A equipe de especialistas da Blue Glass está à sua disposição para orientá-lo sobre quais são as melhores alternativas para cada ambiente. Consulte-nos!