loader

Blog

NBR 16823: saiba tudo sobre a nova norma de qualificação e certificação dos vidraceiros

No dia 11 de fevereiro de 2020 a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou a íntegra do texto final da NBR 16823: Qualificação e certificação do vidraceiro – Perfil profissional. O texto entrou em consulta nacional no último trimestre de 2019 e contou com opiniões de diversos membros do setor.

A norma, já em vigência, trata dos parâmetros e requisitos que devem ser levados em consideração para a qualificação dos vidraceiros, incluindo normas de segurança e padrões de qualidade a serem alcançados. Vamos entender com mais detalhes quais são as novidades trazidas pelo texto.

Perfil profissional e campo de atuação

A primeira parte do texto trata sobre a definição da profissão de vidraceiro, incluindo desde o profissional de vendas até os especificadores, transportadores e instaladores. A proposta é que todos os profissionais envolvidos nessa cadeia sejam contemplados pela norma. A definição, nos termos da NBR, é a seguinte:

“Profissional responsável pela instalação e manutenção de vidros, incluindo sua venda, especificação, medição, orçamento, transporte, armazenamento, inspeção e análise do material, a fim de planejar e organizar o próprio trabalho, conforme projetos ou ordens de serviço, de acordo com os procedimentos de execução de serviços, normas técnicas de segurança, de meio ambiente e saúde específicas, respeitando os critérios de qualidade”.

A norma determina ainda o campo de atuação do profissional, apesar de deixar claro que ele não se restringe aos itens citados, podendo ser acrescentados outros de acordo com o desenvolvimento tecnológico do mercado. A lista inclui boxes padrão, instalações autoportantes, revestimentos verticais decorativos, vidros em esquadrias e vidros em móveis.

Competências necessárias e nível de escolaridade

O texto da NBR 16823 destaca ainda as competências que devem ser desenvolvidas pelos profissionais que atuam na área, além de indicar um nível mínimo de escolaridade para exercer a função. A recomendação é que o trabalhador tenha ao menos o Ensino Médio completo.

Em termos de unidades de competência, a norma determina um total de quatro, cada uma delas com especificações mais detalhadas no documento. Podemos resumi-las da seguinte forma:

  1. Venda e avaliação do serviço a ser realizado, incluindo levantamento de dados necessários para a precificação e elaboração de proposta comercial.
  2. Especificação de vidros e componentes necessários à instalação, de acordo com suas respectivas normas técnicas.
  3. Transporte de vidros e componentes até o local de instalação.
  4. Instalação e manutenção de vidros, seguindo normas de saúde e segurança do trabalho, qualidade e meio ambiente.

Conhecimento técnico traz valorização à profissão

A NBR 16823 servirá para valorizar o profissional do setor vidraceiro, destacando ainda mais a importância do conhecimento técnico em todas as áreas de atuação. Os debates para a composição do documento tiveram início em 2016, numa iniciativa da Associação Brasileira de Distribuidores e Processadores de Vidros Planos (Abravidro).

A norma trata ainda de meios, ferramentas e materiais necessários para o desempenho da profissão, as técnicas e métodos que devem ser utilizados e as condições de trabalho que devem ser observadas para que as tarefas sejam executadas com excelência. 

A expectativa do setor é que a partir desse documento possa ser elaborado um procedimento de certificação dos profissionais, comprovando que eles receberam o treinamento necessário para atuar em suas respectivas funções. A profissionalização do segmento é, sem dúvida, uma das formas de reconhecer a importância dessa atividade na economia brasileira.

.....

Você procura uma empresa com experiência no mercado de vidros para o seu próximo projeto? Consulte a equipe de especialistas da Blue Glass e confira quais são as alternativas disponíveis em nosso portfólio para atender às suas necessidades.